Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on jan 24, 2017 in Notícias | 0 comments

Fitas K7 Resistem As Novas Tecnologias Nos EUA

 As vendas de cassete nos Estados Unidos superaram as 129 mil unidades no ano de 2016, um aumento de 74% em relação a 2015, de acordo com as redes varejistas do país. Considerada uma mídia ultrapassada e à beira da extinção, fica a pergunta: qual o motivo desse revival?

Bem, a resposta não é pontual e pode começar com edições especiais de artistas em alta na temporada anterior. Tanto a estrela Justin Bieber quanto o grupo The Weeknd, vencedor de “Melhor Performance R&B” do Grammy 2016, lançaram faixas nesse formato saudosista e venderam quase mil fitas cada.

O clássico “Purple Rain”, catapultado pela morte de Prince, e uma nova versão de “The Slim Shady”, do Eminem, movimentaram 3 mil e 2 mil unidades, respectivamente. Um dos grandes hits é a coletânea “Guardians of the Galaxy: Awesome Mix Vol. 1”, trilha sonora do sci-fi heróico Guardiões da Galáxia que é ouvida em um walkman da época durante o filme. A réplica fez sucesso e mais de 4 mil fãs levaram para casa essa mixtape, tanto em 2015 quanto em 2016.

A maioria do material, 43%, foi comercializada online, enquanto boa parte foi distribuída por meio de vendedores independentes e lojas que não costumam trabalhar com música, a exemplo da Urban Outfitters, e camelôs.

Eventos como o Cassette Store Day ajudaram a propagar a ideia saudosista e outro fator que chama a atenção é a enorme quantidade de cassetes ainda presentes em presídios, onde os toca-fitas continuam operantes. Como os gringos são famosos pelo imenso sistema de aprisionamento em massa e a troca por novos aparelhos não é comum, faz sentido ter um grande volume nesses locais.

Se depender dos nostálgicos, essa mídia antiga promete ficar entre nós por muito tempo, ainda que os avanços da tecnologia já a tenham aposentado há alguns anos. E você, ainda tem alguma guardada em casa?

 Saiba Mais Em:

Read More

Posted by on jul 1, 2014 in Notícias | 1 comment

Cinemas do Reino Unido Proíbem Google Glass

google glass proibido em cinemas   O Google Glass ainda não foi lançado mundialmente de forma oficial, mas desde que foi disponibilizado nos EUA em 2013, de forma experimental, vem gerando polêmicas devido às repercussões do seu uso em ambientes públicos. Já proibido em alguns restaurantes americanos, os óculos agora vêm causando confusão no Reino Unido, onde está disponível para usuários desde a semana passada: salas de cinema inglesas prometem banir pessoas usando o acessório.

A decisão foi anunciada por Phil Clapp, diretor-executivo da Associação de Exibidores de Cinema britânica, e tem como base o receio de que os óculos sejam usados para alimentar a pirataria de filmes – de acordo com o órgão, 90% das cópias ilegais de filmes são produzidas em cinemas, a partir de filmagens da tela.

– Os clientes serão orientados a não usar os óculos nas salas de cinema, tenha o filme começado ou não – afirmou Clapp ao jornal britânico “The Independent”.

Vendido por mil libras no Reino Unido, os óculos da Google são capazes de filmar vídeos por 45 minutos antes que a sua bateria acabe. Apesar da limitação tornar o acessório pouco prático para aqueles que quiserem gravar um filme inteiro, o aparelho ainda pode ser utilizado para que pessoas combinem fontes diferentes de imagens de uma produção com o áudio de outras fontes, criando cópias piratas das produções.

Outros locais também cogitam seguir a iniciativa da Associação de Exibidores de Cinema. Ao “Independent”, o Really Useful Group, que gerencia seis teatros em Londres, disse que planeja “avaliar as implicações (do Google Glass), especialmente o impacto sobre os atores, equipes criativas e o público”.

Já o Departamento de Transporte pediu ao Google para que procure por meios legais de permitir que motoristas usem de forma legal o Glass no trânsito, possivelmente restringindo as informações que aparecem no visor dos óculos.

Leia mais em:

http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/google-glass-sera-banido-dos-cinemas-no-reino-unido-13082625

Read More

Posted by on out 16, 2013 in Notícias | 0 comments

Aprenda a Programar com Bill Gates e Zuckerberg

Mark Zuckerberg and Bill Gates - 400x300São Paulo – Grandes nomes da tecnologia estão se unindo com o objetivo de levar a programação para o maior número possível de pessoas mundo afora. Sob a chancela da Code.org, organização não governamental, Bill Gates e Mark Zuckerberg, por exemplo, darão aulas sobre o assunto durante a campanha “Hour of Code”, que acontecerá entre os dias 9 e 15 de dezembro.

A iniciativa, que será realizada em âmbito mundial, irá acontecer durante a Semana da Educação da Ciência da Computação e quer atingir até 10 milhões de pessoas. As aulas estarão disponíveis na internet e poderão ser completadas em smartphones ou até mesmo off-line.

De acordo com a entidade, as aulas foram desenhadas de modo que cada pessoa aprenda no seu ritmo e não exige que se tenha qualquer experiência prévia com o assunto.

Uma das aulas introdutórias, por exemplo, irá ensinar como se desenvolve cartões animados, enquanto outra mostrará os princípios básicos da programação através de quebra-cabeças.

Segundo a Code.org, o número de vagas na área da tecnologia está aumentando num ritmo três vezes maior que a quantidade de alunos formados em Ciência da Computação. Se o passo continuar o mesmo, a expectativa é que existam um milhão de vagas ociosas até 2020 apenas nos Estados Unidos.

Leia mais em: http://info.abril.com.br/noticias/internet/2013/10/bill-gates-e-zuckerberg-ensinam-programacao-de-graca-na-web.shtml

Read More

Posted by on maio 24, 2013 in Notícias | 0 comments

Comida Impressa

alimentos-impresso-3dAs impressoras em três dimensões (3d) chegaram com tudo no mercado mundial e estão sendo utilizadas para criar objetos, brinquedos, próteses e até armas. Um pesquisador chamado Anjan Contractor analisou as possibilidades do equipamento e decidiu desenvolver uma impressora 3D capaz de fabricar alimentos em uma tentativa de acabar com a fome no mundo. A notícia saiu no Geek O’System.

A NASA está apoiando o projeto com uma doação no valor de US$ 125 mil (R$ 254 mil). A companhia criadora da impressora acredita que, em um futuro, muitas casas poderão ter um equipamento 3D com materiais básicos necessários para a produção de alimentos, enquanto a agência espacial norte-americana planeja utilizar o recurso para impedir que alimentos estraguem durante longas viagens como, por exemplo, em uma missão tripulada para Marte.

O modelo proposto para a nova máquina de comidas utilizaria versões em pó de elementos básicos para a fabricação de alimentos, que seriam combinados com água, oléos e então despejados através de um bocal. No caso de uma das comidas mais apreciadas no mundo todo, a pizza, a impressora 3D irá primeiro fazer a massa, que deverá ser assada enquanto estiver sendo impressa, depois o equipamento despejará uma camada de molho e outra com o recheio desejado.

Matéria completa:
http://www.canaltech.com.br/noticia/impressoras/NASA-quer-construir-impressora-3D-que-fabrique-pizza-e-outros-alimentos/

Read More

Posted by on jan 23, 2013 in Notícias | 0 comments

1º Tablet Com Windows 8 do Brasil é Lançado Pela Dell

primeiro tablet com windows 8A espera pelo primeiro tablet com Windows 8 lançado no Brasil acabou: agora há pouco a Dell anunciou a disponibilidade do Latitude 10. O tablet pesa mais no bolso do que na mochila e, como dito, vem com o Windows 8, versão capaz de rodar aplicativos legados do sistema.

O preço do Latitude 10 Standard, única versão disponível no momento, começa em R$ 2.598, bem mais caro do que tablets rodando Android e o iPad. Em troca desse valor, a Dell oferece um processador dual-core Atom Z2760, 2 GB de RAM e até 128 GB de armazenamento SSD. A tela capacitiva multitouch tem 10,1″, resolução de 1366×768 e revestimento Gorilla Glass. Ele vem ainda com duas câmeras (frontal e traseira) e slot para cartão SD. O peso disso tudo junto e montado é de 658g — na configuração básica.

A Dell oferece, ainda, opções mais avançadas (e mais caras) para o Latitude 10, com extras como bateria substituível capaz de elevar a autonomia para 20h (!) de uso, saída Micro HDMI, conectividade 3G e caneta Wacom. No Brasil teremos três versões do tablet: além da Standard, citada acima, também a Essentials e a Enhanced Security (a Dell disse que disponibilidade e preços serão relevados “nas próximas semanas”). Alguns acessórios, como uma dock inclinada cheia de portas extras e um teclado com base a la Surface, também serão vendidos por aqui.

A Dell diz que o foco do Latitude 10 é em clientes corporativos e aposta na filosofia BYOD (Bring Your Own Device), ou seja, profissionais com apenas um equipamento para trabalho e lazer, o que talvez justifique esse precinho nada camarada para um tablet de 10 polegadas. As vendas começam hoje, e o tablet poderá ser comprado via Internet ou por telefone.

Leia Mais em:

http://tecnologia.br.msn.com/tablets/dell-lan%C3%A7a-latitude-10-o-primeiro-tablet-com-windows-8-do-brasil-1

 

Read More

Posted by on jan 15, 2013 in Notícias | 0 comments

Departamento de Segurança Interna Dos EUA Aconselha Desinstalar Java

Departamento de Segurança Interna dos EUA Aconselha Desinstalar Java

Departamento de Segurança Interna dos EUA Aconselha Desinstalar Java

O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos alertou que a atualização de segurança do Java para navegadores de internet não é o bastante para proteger os computadores e manteve a orientação de desabilitar o programa da Oracle. “A menos que seja absolutamente necessário operar o Java em navegadores, desabilitem-no”, afirmou o Departamento de Segurança Interna no próprio site.

A produtora de software disponibilizou uma atualização para o Java no domingo, dias depois que o governo fez o primeiro alerta sobre o software, afirmando que defeitos no programa estavam abrindo brechas para roubo de identidade e outros crimes. Especialistas em segurança alertaram que os computadores que operam com Java nos navegadores podem ser alvos de criminosos que roubam números de cartões de crédito e cometem outros tipos de crime de computação.

A plataforma de software Java, criada na metade dos anos 90, permite que desenvolvedores escrevam códigos de software que funcionam tanto em computadores com o Microsoft Windows quanto nos Macs da Apple e nas máquinas que rodam o Linux. Embora alguns especialistas venham alertando há muito tempo que o software tem bugs, o Java começou a receber mais críticas no ano passado depois de problemas de segurança surgidos em agosto.

“Não é como se o Java tivesse ficado inseguro de repente. É inseguro há anos”, disse Charlie Miller, engenheiro de computação do Twitter ex-consultor de segurança de grandes empresas e ex-analista do Departamento de Segurança Interna. O Java foi responsável por 50% dos ataques cibernéticos em que hackers invadiram computadores explorando vulnerabilidades no software, em 2012, de acordo com a Kaspersky Lab.

Leia Mais Em:

http://tecnologia.terra.com.br/internet/eua-aconselham-desabilitar-java-mesmo-apos-atualizacao,579d3898b2a3c310VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html

Read More
Página 1 de 512345